• Mais Saúde

Vacinação contra a gripe: a importância de se vacinar



O novo coronavírus trouxe à tona toda a preocupação para com a nossa saúde. Em breve entraremos em estações mais frias, que propiciam o contágio pela influenza, a gripe comum.


Este ano, muito por conta do coronavírus, a campanha para a vacina contra a gripe foi antecipada. Com esse texto mostraremos um pouco mais sobre essa vacina e como ela se faz ainda mais importante nestes tempos.



Sobre a vacina


A vacina contra a gripe é uma vacina inativada, ou seja, incapaz de causar outras doenças. Ela contém diferentes tipos de proteínas do vírus influenza, que são escolhidas e alteradas ano após ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde que acompanha o andamento da doença durante os anos.


A vacina é indicada para pessoas a partir de 6 meses de idade, principalmente para aquelas que tem problemas respiratórios. A mesma é contraindicada para pessoas com grave alergia à alguns dos componentes da vacina.


Neste ano a campanha terá início no dia 23 de março. A princípio o foco inicial será, além de profissionais da área da saúde, para pessoas com 60 anos ou mais.




Após isso, no dia 16 de abril, serão incluídos professores, doentes crônicos e profissionais de segurança e salvamento. A partir do dia 09 de maio, a vacina estará liberada para grávidas, crianças e demais públicos.


Benefícios da vacina


Em geral a vacina fortalece em até 80% o nosso sistema imunológico, e até por isso a campanha começa sempre alguns meses antes da chegada do frio, pois o vírus da gripe

já está entre nós e nosso corpo precisa de tempo para se adaptar a ele.


A vacina leva cerca de 1 mês para ser absorvida totalmente pelo corpo, e assim que isto é

feito, temos um sistema imunológico mais forte e preparado para a doença, se tornando mais importante ainda para as pessoas que já sofrem de algum problema respiratório.


Além disso ela também se faz ainda mais necessária para pessoas com doenças crônicas como diabetes, obesidade, doenças cardíacas e até HIV. Tudo que possa desregular ou enfraquecer o sistema de auto defesa do corpo.


Vacina da gripe X Coronavírus


Sabe-se que a vacina da gripe não evita o contágio do novo coronavírus, mas é certo que ela fortalece o sistema imunológico, o que protege os casos mais vulneráveis, evitando uma sobrecarga no sistema respiratório.


Além disso, caso o paciente informe o profissional da saúde que já tomou a vacina da gripe, pode estar orientando o mesmo à um atendimento mais direto e eficaz.


A vacina também pode aliviar a superlotação nas unidades de saúde, já que uma vez que vacinados, os pacientes se tornam mais resistentes a doença e mais fortes para com o próprio organismo.

0 visualização

Instituto Catarinense Mais Saúde ®