Tipos de rinite: saiba reconhecer e tratar


A rinite é uma condição muito incômoda, que pode ter diferentes origens. Seus sintomas costumam se parecer com os de gripes e resfriados, porém acontecem com mais facilidade.


Mas você sabia que existem tipos diferentes de rinite? Neste artigo abordaremos a rinite vasomotora e rinite alérgica. Falaremos um pouco sobre suas causas e seus sintomas.



Tipos de rinite


A rinite vasomotora, também chamada de rinite idiopática, consiste em uma forte reação, hiper-reativa, estimulada por fatores externos não específicos que podem variar de caso pra caso. Pode ser desencadeado através de odores que irritam o nariz, como perfumes, cloro, fumaça de cigarro, ou também por umidade do ar, temperaturas oscilantes no ambiente, entre outros.


Essas características não são exclusivas deste tipo de rinite, pois os sintomas são muito parecidos, mudando apenas a gravidades dos mesmos. Está é classificada como uma doença idiopática pois sua causa não é clara e os fatores desencadeantes não são específicos.


Já a rinite alérgica, é caracterizada pela inflamação da mucosa, juntamente com a obstrução nasal. Além disso causa fortes crises de espirro, coceira e coriza, e tem origem genérica, na maioria das vezes.


Seus principais gatilhos são exposição a substâncias e fatores que desencadeiem uma reação alérgica, como ácaros, poeira, pólen, e substâncias presas em pelos de gatos e cachorros. Também pode ser ocasionado por mudança súbita de clima, ar frio e seco e cheiros fortes específicos, tal qual o cheiro de gás de cozinha, acetona e afins.


Tratamento


O tratamento para a rinite vasomotora/idiopática, precisa ser acompanhando por um alergista ou otorrino, com o objetivo de acompanhar o processo de desobstrução das vias, através de medicamentos prescritos.


Na rinite alérgica as recomendações são parecidas, porém se aplica também o cuidado geral com a higiene, tanto pessoal e especificamente nasal, quanto dos ambientes.


É uma doença que não tem cura e, dependendo do tipo, pode ocorrer menos ou mais vezes, com maior ou menor força. É importante estar atento, se cuidar e, caso necessário, consultar um médico para iniciar o tratamento necessário.


Você tem rinite? Caso queira consultar com nossos médicos, descobrir qual seu tipo de rinite e encontrar o tratamento ideal para você, clique aqui e converse com nossa equipe para agendar uma consulta.



Instituto Catarinense Mais Saúde ®