Refrigerante: um perigo para sua saúde


Muitas pessoas já sabem que refrigerante em excesso pode ser extremamente prejudicial à saúde. Além do fato de conter muito açúcar, essas bebidas gaseificadas possuem diversos componentes danosos ao corpo.


Danos estes que podem afetar diretamente a integridade da saúde humana, agindo em todo sistema do corpo, enfraquecendo ossos, dentes e órgãos. Além disso, não possui valor nutricional algum.



Além de possuir açúcar, a bebida também contém excesso de conservantes e até mesmo de sal. Isso faz com que o corpo retenha muito o líquido, mantendo a pessoa estufada e propiciando o aumento de peso.


Fora tudo isso que já foi dito, os refrigerantes, em sua maioria, tem na sua fórmula os componentes: xarope de milho, ácido fosfórico e potássio. Estes 3 elementos já podem ser de alta periculosidade para saúde e, quando somados, aumentam ainda mais os danos.

Consequências que o refrigerante traz


Diabetes: cerca de 10 colheres de açúcar são utilizadas em um refrigerante lata, causando um relevante aumento no nível de açúcar no sangue, tornando a ação da insulina no corpo. Ou seja, se consumidos diariamente, podem causar diabetes.


Ossos e dentes fracos: o ácido fosfórico contido nos refrigerantes, desencadeiam uma onda de malefícios para a integridade dos ossos e dentes. Isso ocorre porque essa substância impede que o corpo absorva o cálcio corretamente, impedindo que dentes e ossos se fortaleçam.


Pedras nos rins: em casos onde a pessoa consome refrigerante constantemente, o corpo é obrigado a utilizar do cálcio para facilitar a digestão e regular o PH, causado pelo excesso de acides da bebida. Isso faz com que os rins eliminem o cálcio e, por consequência, surgem as pedras.


Aumento de pressão: por conter muito sódio e cafeína, os refrigerantes podem causar uma elevação na pressão arterial. Além disso, a bebida é rica em frutose, um dos grandes causadores da pressão alta.


Câncer: esse tipo de bebida contém um alto valor de PH (mesmo sendo “disfarçado” pelo açúcar), além de possuir substâncias cancerígenas, como é o caso do aspartame. O estômago consegue suportar essa alta carga pois já possui ácidos em seu sistema, porém boca, esôfago e intestino podem desenvolver tumores futuramente, justamente pela alteração que o contato constante com essas substâncias causam em suas células.

Outros pontos


É recomendado que gestantes não tomem refrigerante durante a gestação e amamentação. Ele faz mal a gravidez por diversos fatores, como a retenção de líquido, aumento de peso e dores abdominais devido aos gás.


Ainda mais quando se trata de refrigerantes a base de cola, pois estes contém muita cafeína em sua composição. E para uma mulher grávida, a quantidade de cafeína deve ser reduzida, podendo tomar até 200mg por dia apenas.


Nas crianças, o refrigerante pode interferir em seu desenvolvimento natural, tanto físico quanto mental, além de facilitar quadros de obesidade e diabetes logo cedo. É importante que o refrigerante seja evitado na alimentação dos bebês e crianças pequenas. Opte por água e sucos naturais.


Isso tudo não significa que uma pessoa não pode tomar refrigerante, porém deve ser um costume ocasional, não constante. É importante manter hábitos saudáveis para uma melhor qualidade de vida.


Caso precise de uma reeducação alimentar, clique aqui e converse com nossa equipe para ter acesso aos melhores nutricionistas. Oferecemos até 70% de desconto para a área da saúde.



Instituto Catarinense Mais Saúde ®