• Mais Saúde

Olhos vermelhos e lacrimejando? Pode ser conjuntivite.



Nossos olhos possuem uma membrana muito fina e transparente que reveste tanto a parte de trás das pálpebras quanto a parte da frente do globo ocular. O nome dela é Conjuntiva, e a conjuntivite se caracteriza pela inflamação desta membrana.


Poucos sabem, mas existem diferentes tipos de conjuntivite, como conjuntivite viral, conjuntivite bacteriana, conjuntivite alérgica. Traremos nesse artigo um pouco mais sobre como se dá essa condição, as causas, sintomas e tratamento.


Causas e sintomas da conjuntivite

A conjuntivite pode ser causada de algumas formas. A principal dela se deve pela infecção por vírus ou bactérias. Geralmente, nestes casos, a conjuntivite se torna contagiosa.


Mas também ela pode se originar a partir de uma reação alérgica, ou através de substâncias infecciosas como poluição e cloro de piscina, por exemplo.


Um quadro de conjuntivite pode durar de 7 a 15 dias. Seus sintomas mais comuns são:


• Olhos vermelhos; • Olhos lacrimejantes; • Secreção; • Coceira; • Sensação de areia/ciscos presos ao redor dos olhos.

Tipos de conjuntivite

Conjuntivite Bacteriana: essa seria a forma mais comum de contaminação, que se origina através de infecções por bactérias. Pode acontecer tanto por uma outra pessoa infectada ou em contato direto com a bactéria ou superfície contaminada.


Conjuntivite Viral: também muito comum, porém com formas de contágio um pouco mais facilitadas. Assim como a bacteriana, a viral também pode acontecer através de contato direto, porém também se dá pelo contágio pelo ar e pode ser espalhado por espirros e tosses, podendo as vezes acompanhar vírus comuns como gripe e resfriado.


Conjuntivite Alérgica: este é o tipo de conjuntivite que pode ser provocada por reações alérgicas à substâncias como pólen, poeira, ácaros, pelos de animas, entre outros. Por ser originada de alergias, não é contagiosa. É mais comum em quem já tem histórico de reações alérgicas.

Tratamento

O tratamento da conjuntivite pode ser tanto através de remédios quanto através de cuidados higiênicos específicos com os olhos.


O cuidado com a higiene é um dos principais fatores para tratar essa condição. Você pode lavar bem os olhos e fazer compressas com soro fisiológico, ou com água filtrada gelada.


Medicamentos devem ser usados apenas sob prescrição médica. Não existe um remédio específico para a conjuntivite, porém o médico pode receitar o colírio ideal para cada caso, para auxiliar no controle da doença e limpeza dos olhos.

Dicas para se prevenir


• Não coce os olhos, principalmente antes de lavar as mãos; • Lave com frequência, não só as mãos, mas o rosto também; • Evite aglomerações e banhos de piscina constantemente; • Trocas toalhas de rosto/banho e roupas de cama com frequência; • Não compartilhar toalhas de rosto/banho, assim como esponjas e produtos de maquiagem, como rímel e delineadores.


Essa é uma condição comum e não costuma gerar complicações, mas pode se tornar um grande incômodo. Além de ser facilmente evitável, através de cuidados e uma boa higiene.


No Mais Saúde você pode ter acesso aos melhores profissionais, como Clínico Geral, para lhe tratar e diagnosticar, assim como oftalmologistas para cuidar dessa e outras adversidades ligadas a visão. Clique aqui para saber mais.

0 visualização

Instituto Catarinense Mais Saúde ®