O que acontece com seu corpo após comer fast-food


Quem nunca comeu em um fast-food? Grandes lanches acompanhados de porções de batata frita e refrigerante, tudo feito de maneira prática e ágil. Além desses, também se incluem pizzas, milk-shakes, nuggets, etc. Daí vem o nome: fast-food = comida rápida.


A questão é que essa combinação pode ser muito perigosa para o nosso corpo, principalmente quando se é consumida com frequência. Isso porque os alimentos de fast-food são cheios de gordura, açúcar, carboidratos e conservantes artificiais.


Devido aos efeitos do açúcar no cérebro, o corpo humano passa primeiro por um estado de êxtase, porém, com o tempo, pode vir a sofrer consequências mais graves no futuro, como hipertensão, doenças cardíacas e obesidade.


Fases após comer fast-food


10 minutos depois: as muitas calorias nos alimentos criam uma falsa sensação de segurança no cérebro. O objetivo é fazer você pensar que quanto mais calorias você tem para armazenar, mais seguro seu corpo pode ficar em períodos de escassez de alimentos.


20 minutos depois: muitos alimentos de fast-food são ricos em xarope de frutose, açúcar que facilmente é introduzido na corrente sanguínea, causando um pico de glicemia. Isso eleva a produção de dopamina, com efeito parecido com o uso de drogas, criando a sensação de necessidade em comer cada vez mais.


30 minutos depois: outra substância muito presente nas comidas de fast-food é o sódio, responsável pela elevação da pressão arterial. Após comer, o sódio está em grande quantidade no sangue, o que faz o rins trabalharem mais e eliminar mais água para poder regular o nível no sangue.


60 minutos depois: neste período juntam-se dois fatores: a vontade de comer mais e a digestão lenta. Cria-se uma falsa sensação de fome devido ao excesso de açúcar encontrado no sangue, o que causa o confusão e descontrole no organismo.


Já na digestão, por conta do excesso de gorduras trans, o fast-food leva muito tempo para ser eliminado do corpo. Uma refeição comum leva de 1 a 3 dias para ser digerida, enquanto alimentos fast-food podem levar até 50 para serem processados. Inclusive, esse tipo de gordura está diretamente ligada a problemas cardíacos, obesidade, diabetes e até câncer.

Riscos


Além desses efeitos que ocorrem logo após a ingestão do fast-food, também existem efeitos a longo prazo que podem aparecer, como por exemplo:


• Cansaço por excesso de carboidratos; • Espinhas e acnes por excesso de açúcar; • Ganho de peso/obesidade por excesso de gorduras; • Doenças cardíacas, hipertensão, colesterol alto diabetes e até câncer.


Portanto, conclui-se que consumir frequentemente alimentos de fast food pode causar diversos prejuízos à saúde, e que é deveras importante ter melhores hábitos alimentares e uma vida mais saudável, e além buscar atrelar a alimentação com atividades físicas.


Consulte nossos nutricionistas para começar uma vida mais saudável agora. Clique aqui e converse com nossa equipe para adquirir até 70% de desconto em sua consulta.



189 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®