• Mais Saúde

COVID-19: onde está a vacina?


Neste momento de pandemia, muito se pergunta e se espera da ciência, principalmente nesta fase onde os casos sobem e não temos previsão de controle sobre a situação.


Fato é, que a tão aguardada vacina ainda não está pronta, e neste artigo mostraremos como andam os procedimentos de estudos e testes para que logo tenhamos uma cura ou tratamento.

Produção da Vacina


Cientistas de todo o mundo estão correndo contra o tempo para que o antídoto seja encontrado o quanto antes, para que seja possível desenfrear a proliferação deste vírus pelo planeta.




Até o momento, segundo a OMS, existem 3 vacinas sendo produzidas já em estado de testes. No entanto, informações sobre como está o avanço dos testes não foram divulgadas.


Além disso, ainda existem estudos em andamento em diversos países, e cerca de mais 70 outras vacinas sendo desenvolvidas.


No Brasil


No nosso país, o Dr. Jorge Kalil, ex presidente da Sociedade Brasileira de Imunologia, afirma que se esta fosse uma doença já vista e com alguma vacina já desenvolvida, não estaríamos passando por esta situação.


No entanto, para Kalil, a previsão para termos uma vacina pronta, segura, produzida em grande escala e disponível para o mundo todo, é de cerca de 1 ano e meio (18 meses), devido a longa fase de estudo e testes que devem ser realizadas antes.

Vacina da gripe (influenza) ajuda?


Enquanto a vacina contra o COVID-19 não fica pronta, a campanha da vacina contra a gripe influenza já começou. O Ministério da Saúde reforça a importância de se vacinar.


A vacina não protege do COVID-19 em si, mas além de criar anticorpos para vírus semelhantes, ela também pode auxiliar no atendimento médico e em um diagnóstico mais preciso em pacientes com suspeita de coronavírus.

108 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®