• Mais Saúde

Coronavírus: como está a situação atual no Brasil



Há algumas semanas estávamos mais tranquilos sabendo que o novo coronavírus não havia chegado no Brasil. Porém, pelo modo que as coisas estavam acontecendo, era nítido que em algum momento a doença chegaria por aqui.


O novo coronavírus chegou ao Brasil, e com ele o medo e as incertezas. Até o momento (05/03/2020) o país registra cerca de 400 suspeitas e 4 casos confirmados. Neste artigo traremos um pouco mais de informações sobre o quadro dessa epidemia, agora no Brasil.

Casos no País


O primeiro foi confirmado dia 26 de fevereiro, um homem morador de São Paulo que havia voltado recentemente de viagem da Itália. Ele tem mais de 60 anos, o que o enquadra nos casos de risco, porém os sintomas são leves e o vírus ainda não evoluiu para um quadro mais grave.


O segundo caso também está localizado em São Paulo. Trata-se de um homem de 32 anos, que também havia feito uma viagem pela Itália e retornou de Milão no dia 27/02. O caso foi confirmado no dia 29/02.


Já o terceiro caso não se trata de um brasileiro, porém também voltou de uma viagem pela Itália, além de outros países como Alemanha e Espanha. É um colombiano de 46 anos, empresário, reside em São Paulo e teve o caso confirmado no dia 04/03.


O caso mais recente foi diagnosticado no dia 05/03, mas desta vez trata-se de um adolescente de 13 anos. A princípio o ministério da saúde não havia confirmado, mas voltou atrás e acabou confirmando o quarto caso do país. O garoto também voltou recentemente de uma viagem à Itália.


Fato curioso


Todos os casos registrados no Brasil foram originados da Itália. Os 4 pacientes visitaram o país na mesma época e contraíram a doença.


A Itália é o país não asiático com mais casos confirmados, ultrapassando 2 mil quadros da doença, perdendo apenas para China com cerca de 80 mil casos, e Coréia do Sul com 3.150 pessoas infectadas.


Notícias positivas


Porém nem todas as notícias são ruins. Há algumas semanas o governo brasileiro enviou uma aeronave para a China, a fim de resgatar 58 brasileiros que estavam por lá. Todos foram trazidos de volta para casa e, após exames, em nenhum deles foi detectado o novo coronavírus.


Além disso, pesquisadores brasileiros, juntamente com pesquisadores de Oxford,


sequenciaram o genoma da doença, baseado no primeiro caso confirmado no Brasil. O trabalho que geralmente leva quinze dias, foi realizado apenas em dois.


A análise mostra diferenças no genoma do caso encontrado no brasil e do caso inicial registrado na China. Uma das pesquisadoras afirma que quanto mais se descobre sobre o RNA do vírus, mais se pode rastrear seu caminho. Análise essa que também é fundamental para a criação de vacinas e medicamentos para a doença.

O que fazer


No momento atual, o ideal é redobrar os cuidados para com a prevenção. Hábitos do dia a dia que podem evitar o contágio, como por exemplo:


• Lavar constantemente a sua mão, é a principal forma de prevenção; • Usar álcool em gel para limpar as mãos

antes de encostar em áreas como olhos, boca e nariz;

• Tossir ou espirrar levando o rosto à parte interna do cotovelo; • Evitar multidões e cumprimentos como aperto de mãos e beijos no rosto; • Limpar com um lenço e álcool objetos que são tocados frequentemente;


Em caso de sintomas evite sair de casa, e se os sintomas persistirem, procure uma unidade de saúde e consulte um médico.

0 visualização

Instituto Catarinense Mais Saúde ®