• Mais Saúde

Coronavírus: Aplicativo do SUS te da diagnóstico


O ministério da saúde lançou, no dia 29 de fevereiro, um aplicativo para prevenção do coronavírus. Nele é possível fazer uma breve triagem baseado nos sintomas que as pessoas estão sentindo.


Vamos buscar explicar um pouco mais sobre o aplicativo "Coronaviurs - SUS" e como ele funciona.




O APLICATIVO


A principal função e ideia do aplicativo é fornecer informação de confiança para as pessoas e orienta-las de acordo com seus sintomas.


Além disso é um portal para dicas e notícias, sempre atualizado com as principais novidades sobre a doença, prevenindo desinformação e combatendo as fake news.


COMO FUNCIONA


A página principal do app mostra sua localização no mapa, indicando onde há unidades de saúde mais próxima. Na parte inferior contém uma barra com as opções: mapa, dicas e notícias.


Acima desta barra inferior, existe uma pergunta com duas opções. Na pergunta está escrito “como você está se sentindo?”, e as opções são “bem” ou “mal”, que devem ser respondidas de acordo com o estado de saúde da pessoa.



ETAPAS


Agora se iniciam as etapas. Ao selecionar “bem”, surge uma mensagem de agradecimento e dicas para evitar o contágio. Ao selecionar “não”, abrirá uma nova janela com perguntas para a realização de uma auto-avaliação.


Nesta etapa a pessoa seleciona os sintomas que está sentindo. As opções disponíveis

são: cansaço, congestão nasal, coriza, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor de garganta, dores no corpo, febre, mal estar geral e tosse.


Além destas opções também constam duas questões, perguntando se a pessoa teve contato recente com algum caso confirmado ou suspeito do COVID-19. E também uma pergunta afim de saber se a pessoa esteve em outro país nos últimos 14 dias.


Após uma análise feita em cima de todas as respostas dadas nas etapas anteriores, o aplicativo apresenta um diagnóstico baseado nos sintomas da pessoa. Nele consta se o caso é provável ou não para COVID/19, orientando se a pessoa deve se manter de quarentena ou ir até uma unidade de saúde, e, juntamente com isso, uma lista de dicas de precaução.

1,014 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®