Cor da urina: indicador do seu estado de saúde


Você sabe a função da urina no corpo humano? A principal tarefa dela é expulsar toxinas e impurezas do nosso organismo, os quais poderiam causar fortes efeitos negativos caso permanecessem no nosso corpo.


A urina é composta em 95% de água, e os outros 5% são compostos por minerais, toxinas e ureia. O caso é que, de acordo com alimentação e ingestão de outras substâncias, como determinados alimentos, bebidas, medicamentos ou até um problema de saúde existente, a composição do líquido pode ser afetada, mudando cor e odor do mesmo.



Segundo médicos especialistas, observar a situação da urina é de suma importância e altamente eficaz em identificar algum problema que possa estar se desenvolvendo, principalmente nos rins.


Para que os rins funcionem bem, é necessário beber a quantidade certa de água, que varia de pessoa para pessoa e pode depender de inúmeros fatores. No geral, a situação ideal é que uma pessoa consumia de 1,5 a 2 litros por dia.


Porém, para pessoas que se exercitam diariamente ou em dias de climaa quente, a quantidade deve ser maior, pois, nestes casos, além da quantidade diária ideal pra o organismo, também é necessário repor o líquido expelido pelo suor.

Cores e seus sinais


Urina clara: diferente do que muitas acham, tomar água em excesso pode não ser positivo pra saúde. Pode sobrecarregar os rins e provocar uma perda de minerais, gerando sensação de mal estar e cansaço.


Urina levemente amarelada: a cor ideal. Indica um sistema equilibrado e, possivelmente, sem problemas.


Urina amarela: não é um sinal totalmente ruim, apenas um sinal alertando para beber mais água.


Urina amarela escura: pode ser sinal de desidratação. Nesse caso é importante tomar água o quanto antes.


Urina alaranjada: pode indicar problemas no fígado ou na vesícula. Costuma ser sinal de falta de água ou a presença de corante/pigmentação alimentar.


Urina acastanhada: problemas no fígado ou estágio de desidratação avançada.


Urina avermelhada/rosada: nestes casos podem existir a suspeita de problemas no rim, próstata ou fígado, além de uma possível infecção ou até tumor.


Presença de espuma ou urina “quente”: em alguns casos indica problemas renais, mas também pode ser excesso de proteína.


Fique atento aos sinais e aos seus hábitos, principalmente em relação a hidratação e alimentação. Em caso de suspeitas, clique aqui para entrar em contato conosco, consultar nosso médicos e, se necessário, realizar os exames necessários.



316 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®