• Mais Saúde

Como se acostumar com o fim do horário de verão.




Com o fim do horário de verão 2018-2019, Algumas pessoas estão mais propensas à sofrerem alterações hormonais causadas pelo novo horário, podendo ter alterações no sono e no humor. Contudo, a intensidade e importância dessas alterações variam de indivíduo para indivíduo. São elas:


Prejuízo na produção de melatonina, hormônio responsável pela indução do sono.


Diminuição na produção do hormônio de crescimento pela hipófise, hormônio responsável pela manutenção do tônus muscular e diminuição do excesso de gordura.


Diminuição na produção de leptina, responsável pelo controle da saciedade, causando um aumento da ingestão de alimentos aumentando o risco de obesidade.


E por fim, incremento na produção de hormônio da suprarrenal, que são os hormônios do estresse, que aumentam sua taxa de glicose, pressão arterial e o risco de osteoporose.


Sendo assim separamos algumas dicas para você ter os menores problemas possíveis.


Desacelere:

Não crie muitas coisas no fim de semana, e se possível escureça a casa, a claridade inibe o sono e se você estimular um sono precoce vai estar mais desperto na segunda-feira.


Desligue as telas:

Televisão, computador e até mesmo o celular devem ser evitados, a luz azul na retina atrasa a produção de melatonina (o hormônio do sono), ou uma alternativa é instalar aplicativos no próprio celular que filtrem e diminuam a luz azul durante o período noturno.


Evite fazer atividade física à noite:

Fazer exercícios físicos, ativa todo nosso sistema nervoso central, que nos deixa excitados e dificultam nosso sono.


Jantar leve e mais cedo:

Adiante em uma hora a última refeição se for possível e que seja uma comida leve, para não dormir com o estômago muito cheio.


0 visualização

Instituto Catarinense Mais Saúde ®