• Mais Saúde

Chulé: como se livrar


O mal cheiro nos pés é um problema muito comum e que acomete grande parte das pessoas. Mesmo sendo algo normal e que pode acontecer ocasionalmente com qualquer pessoa, não deixa de ser um fator de incomodo.


O mal odor, conhecido como chulé, cientificamente falando, leva o nome de bromidose plantar. Neste artigo falaremos sobre suas causas, e daremos dicas que ajudam a eliminar o fedor.


O que causa


A causa mais comum se deve pelo suor excessivo nos pés, podendo também ser agravado pela falta de higiene nos mesmos, pois isso promove a proliferação de fungos e bactérias.


A proliferação de fungos se dá onde se concentra a maior produção de suor, geralmente no peito, nas solas dos pés ou entre os dedos. O excesso de suor também pode estar relacionado a outras condições de saúde, como diabetes, hipotireoidismo e obesidade.


Além disso, ela pode estar associada a falta de zinco no corpo. O consumo de alimentos ricos em zinco podem ajudar a equilibrar o organismo e evitar que o odor e suor proliferem mais bactérias, causando o chulé.

Dicas para combater

Apesar de ser uma condição extremamente incomoda, é uma situação que pode ser facilmente contornada e até mesmo evitada. Confira algumas:


Vinagre: Uma das maneiras mais fáceis de eliminar o chulé é usar vinagre. Devido à acidez do vinagre, este pode eliminar, quase que imediatamente, as bactérias contidas nos pés. Use uma xícara de vinagre a cada 8 copos de água, e permaneça com os pés submersos por até 10 minutos.

Óleo da lavanda: esta tem propriedades antissépticas. Adicione algumas gotas de lavanda em uma bacia de água aquecida todos os dias e deixe seus pés em repouso por 15 a 20 minutos. Além de elimina odores desagradáveis, ajuda a relaxar.

Bicarbonato de sódio: o bicarbonato possui propriedades que anulam o PH do suor, o que acaba por diminuir as bactérias. É possível borrifar uma pequena quantidade de bicarbonato nos sapatos ou meias antes do uso.

Água sanitária: você pode lavar as meias com água sanitária, para ajudar no combate contra as bactérias remanescentes no tecido. Também pode ser usada, juntamente com água morna (para isso, use 5 colheres de água sanitária a cada 4L de água morna), para mergulhar os pés por alguns minutos.



173 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®