Câncer no Ânus: mais comum do que você pensa


É fato que hoje em dia o câncer é uma das doenças mais devastadoras que existe. Um mal capaz de acometer qualquer pessoa e pode se desenvolver em qualquer momento da vida.


Muitos dos tipos de câncer são muito conhecidos, como o câncer de mama, câncer de pele, de próstata e de pulmão. Mas você sabia que existe um câncer pouco conhecido e que muitas vezes pode passar batido?


Neste artigo será discutido sobre essa condição e traremos um pouco mais de informações sobre o câncer anal.


CÂNCER ANAL - O QUE É

Essa condição é considerada rara, mas que vem aumentando em número de casos nos últimos tempos. Trata-se de um tumor localizado na região anal, e dentre as principais causas estão o vírus HPV e a prática do tabagismo também.


Ele se caracteriza por lesões no canal anal e também na parte externa do ânus, com pequenos erupções nas bordas. É uma condição que costuma atingir mais as mulheres do que os homens.

FATORES DE RISCO E SINTOMAS

O risco se faz maior para os portadores de infecções pelo HPV e também pelo vírus HIV, mas não significa que é algo unânime para as pessoas que contém essa condição.

Algumas outras infecções por IST's, como gonorreia e herpes, também podem ser sinais e ocasionadores de tumores. Além de fatores como tabagismo, a prática do sexo anal, fatores crônicos e até a má higiene do local.


O principal sintoma presente nestes casos é o sangramento pelo canal do ânus, mas existem outros que podem indicar este quadro. Como por exemplo:


• Coceira; • Ardor; • Sangue nas fezes; • Feridas na região; • Descontrole das fezes (incontinência fecal);

DIAGNÓSTICO, TRATAMENTO E DICAS


O diagnóstico desse tipo de condição é realizado através de biópsia. Também pode ser feito através de ressonância magnética para melhor observar a situação do tumor.


O tratamento varia de acordo com o caso e das necessidades. Pode ser feito de modo clínico ou necessitar de um procedimento cirúrgico. Geralmente a combinação de radioterapia e quimioterapia é o tratamento ideal. Fato é que quanto antes diagnosticado, mais rápido pode ser curado.

PREVENINDO

Hábitos mais saudáveis podem evitar um quadro deste, tanto na alimentação quanto na prática de exercícios físicos. Assim como parar de fumar, pois o cigarro tem forte efeito em diversos tipos de câncer.


Outra questão muito importante é o uso de preservativos durante as relações, e não só pelo contato direto, mas para evitar o contágio de IST’s, que são grandes vilões nesse quadro.


Esteja sempre atento para com os sintomas, como sangramento e problemas/infecções intestinais. Ter algum desses sintomas ocasionalmente não significa que a pessoa possui um câncer, mas não é comum, é caso aconteça o ideal é procurar um médico para diagnóstico.


Como estamos no mês de prevenção ao câncer de próstata, que é uma doença semelhante ao câncer anal, se você é homem, consulte um profissional para realizar o exame. Prevenção é sempre a melhor opção e, com o Mais Saúde, você terá até 70% de desconto em sua consulta. Clique aqui e saiba mais.



474 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®