CÂNCER DE BOCA: saiba como identificar



Sabemos como o câncer é uma doença que pode acometer qualquer pessoa, e além disso, pode acontecer em qualquer parte e/ou órgão do corpo. Uma das versões desta doença acomete a boca.


Geralmente essa condição se caracteriza como feridas e pequenos tumores na região dos lábios, tanto fora quanto no interior. É uma doença que, diferente de outros tipos de câncer, possui diagnóstico e tratamentos mais simples.


Diagnóstico


Em casos onde o câncer acomete outras regiões próximas, como garganta, o diagnóstico pode acabar sendo mais tardio, pela dificuldade maior em encontrar os sintomas em estado inicial.


Mas geralmente, principalmente em casos onde a doença está em um estágio tão avançado, um exame simples com abaixador de língua, espelho e lanterna pode diagnosticar.


Quando o diagnóstico é feito cedo, por se tratar de tumores mais fáceis de visualizar, um pequeno procedimento cirúrgico pode revolver o problema.

Causas e Sinais

Geralmente as causas, na maioria dos casos, estão associadas a vícios, como o consumo excessivo de cigarro e de bebidas. A partir disso, podem surgir alguns sintomas que indicam o câncer na boca, tanto para casos mais simples quanto para mais avançados. Os iniciais são:


• Lesões internas e externas que não cicatrizaram em 15 dias; • Manchas brancas ou vermelhas na língua, gengiva ou céu da boca, tal como aftas ou ulceras; • Caroços (nódulos).


Para casos evoluídos, além dos sintomas acima, outros sinais são:


• Dificuldade para mastigar e para engolir; • Dificuldade para falar e para certos movimentos com a boca/língua; • Sensação de algo na gargante.

Tratamento


Como já citado, se diagnosticado cedo, em estado inicial, um procedimento cirúrgico pode ser a solução. Ou, no lugar da cirúrgica, um acompanhamento por meio de radioterapia.


Tanto a cirurgia quanto a radioterapia são eficazes e podem ser usadas tanto isoladamente quanto em conjunto. O médico define qual o melhor tipo de tratamento de acordo com o quadro do paciente.


A melhor maneira de se prevenir essa condição é manter a higiene bucal em dia e evitar ao máximo o tabagismo e alcoolismo, que são as principais causas deste mal.

24 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®