• Mais Saúde

Ansiedade: saiba reconhecer e como combater

Atualizado: Mar 26


A ansiedade é um problema que vem se tornando cada vez mais comum nos dias de hoje, devido a rotina e pressão imposta no trabalho, nos estudos e até nas relações e vida pessoal.


Sabemos que todos passamos por momentos de ansiedade durante nossa vida, mas à que ponto isso se torna um transtorno? É o que vamos mostrar neste artigo.

A ansiedade

A ansiedade na verdade é uma reação natural do corpo para situações de stress. Geralmente é uma emoção que vem acompanhada de tensão, pensamentos ruins e medos.


Nem sempre ela é caracterizada como doença, e nos casos mais leves pode até ser usado como um combustível natural. Porém a ansiedade também pode se tornar em um transtorno dependendo de sua frequência e intensidade.


Transtorno de ansiedade

O transtorno se caracteriza pelo excesso da ansiedade ou do medo causado por ela. Quando definido como transtorno, a intensidade dos sintomas interfere diretamente no dia a dia e no comportamento da pessoa.


O transtorno faz com que a pessoa tenha diversos pensamentos e sentimentos ruins, além de desencadear uma série de sintomas físicos e emocionais, prejudicando assim a vida social e a rotina da pessoa.


Além disso os transtornos podem elevar as probabilidades de problemas de saúde como obesidade, diabetes, aumento de pressão, doenças cardiovasculares, entre outros.


Tipos de transtornos


A ansiedade pode se elevar e evoluir para diferentes tipos de transtornos, variante de cada pessoa e seus sintomas, podendo se transformar em diversas formas de patologia.


Patologias essas como: transtorno depressivo, transtornos de personalidade, transtornos alimentares, transtornos mentais, transtorno de pânico, entre outros.


Tipos de transtornos mais comuns

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG), é um quadro psiquiátrico caracterizado por excesso de medo e/ou preocupação até nas pequenas coisas do dia a dia, acompanhado de pavor e angústia mesmo sem motivos lógicos.


Na síndrome do pânico a pessoa sofre de ataques causados pelo estresse, pavor geral ou específico, pensamentos irracionais, entre outros. São momentos de apreensão muitas vezes acompanhados por tontura, tremores e dificuldades de respiração.


O TOC (transtorno obsessivo compulsivo) é uma condição onde a pessoa passa por obsessões como pensamentos, memórias, imagens ou até alucinações, ou por compulsões como vontades, manias ou rituais específicos, causando assim sofrimento, angústia e até disfunção social.


No TDC (transtorno dismórfico corporal) é uma ideia obsessiva que faz a pessoa pensar que seu corpo tem alguma característica extremamente feio ou até mesmo defeituoso, e por isso necessita ser escondido/mudado à qualquer custo.


Dicas para tratar ou aliviar

Cada quadro tem o seu tratamento específico, que deve ser definido pelo médico psicólogo ou psiquiatra, de acordo com o caso. Porém existem outras maneiras de se aliviar os sintomas.


A principal e mais recomenda é o acompanhamento clínico, com consultas e terapias junto

de um profissional. Em alguns casos pode ser necessário o uso de medicamentos durante o processo.


Também existem formas alternativas que podem trazer alívio e enfraquecer os sintomas, como por exemplo: gerenciamento do estresse, meditação, ioga massagens e até acupuntura.


Além de hábitos rotineiros que podem ajudar a controlar a ansiedade, como: atividades para relaxamento, exercícios físicos e uma dieta balanceada, amigos e família que te apoiam.


Caso você queira saber mais você pode falar direto conosco.

106 visualizações

Instituto Catarinense Mais Saúde ®